Deborah Scarton

Informações Úteis

Valores

Os valores das traduções e interpretações juramentadas são tabelados pela Junta Comercial do Estado do Espírito Santo. Eles variam de acordo com a terminologia do texto (simples ou técnica) e o prazo de entrega (regular, urgente, urgentíssimo). Para o ano de 2019, o valor mínimo cobrado por uma lauda de 25 linhas sem urgência é de R$ 68,50 e o valor máximo, R$ 92,50. Neste valor não estão incluídos serviços extras, tais como correio, escâner, registro de firma, emissão de segunda-via, etc, os quais, se realmente necessários, são cobrados separadamente. 

Documentos a serem traduzidos pelo tradutor juramentado

Toda tradução juramentada deve ser feita a partir de documentos originais ou de cópias autenticadas, caso contrário haverá uma nota na tradução indicando que a tradução foi feita a partir de uma cópia simples (não autenticada), digitalizada,ou de uma página da internet, por exemplo.
Se você precisa reconhecer a firma de alguma assinatura que consta no documento, faça isso antes de trazer o documento para tradução, pois os dados do reconhecimento também deverão ser traduzidos.

Prazos

O prazo para a entrega de uma tradução varia conforme o documento, a linguagem e o volume de texto. Por isso, é difícil fazer uma previsão de entrega sem que a tradutora veja o documento (frente e verso).
Fique atento ao prazo, pois quanto mais urgente for o trabalho, mais dispendioso ele será.

Consularização de Documentos Emitidos no Exterior

Dependendo do país de origem, muitos documentos emitidos por governos ou instituições estrangeiras precisam passar pela Secretaria de Estado do estado emissor no país de origem do documento para fins de autenticação antes de serem trazidos ao tradutor juramentado. O documento de autenticação se chama APOSTILLE. Documentos de identidade e certidões, para o caso de estrangeiros que pretendem se casar no Brasil, e históricos escolares e diplomas de escolas de ensino fundamental, médio e superior são alguns exemplos de documentos que devem passar por este procedimento para terem validade no Brasil.

Histórico Escolar Emitido no Exterior

Se seu filho cursou uma escola de ensino fundamental ou médio no exterior, você precisará traduzir o seu histórico escolar com um tradutor juramentado no Brasil. Porém, antes disso é importante que o documento escolar seja APOSTILADO no exterior. Só assim este documento poderá ser traduzido por um tradutor juramentado no Brasil e terá validade em todo o território nacional.

Traduções para o Português feitas no Exterior

As leis brasileiras determinam que apenas os tradutores juramentados do Brasil têm atribuição legal para traduzirem documentos escritos em língua estrangeira. Então, mesmo quando o documento já foi traduzido para o português em outro país, haverá necessidade da tradução ser refeita por um tradutor juramentado aqui no Brasil.

Casamento de Estrangeiros no Brasil

Para um estrangeiro conseguir se casar no Brasil, além das traduções dos documentos exigidos pelo cartório, é necessário que o tradutor juramentado esteja presente na hora de dar entrada nos papéis e também na hora da cerimônia civil para atuar como intérprete. Caso o estrangeiro não possa estar presente a essas duas ocasiões, poderá enviar procuração para alguém (que não seja o noivo ou a noiva) representá-lo no cartório. Mas, não se esqueça: a procuração deverá ser APOSTILADA no exterior e só então ser traduzida por um tradutor juramentado no Brasil. Para a sua tranquilidade, agende com bastante antecedência os serviços de interpretação em cartório.

Reconhecimento de Firma da Tradutora

Caso queira reconhecer a minha firma, dirija-se aos Cartórios Sarlo, Fafá, Amorim ou Camburi.

Cópias de Traduções

Todas as traduções ficam arquivadas para que você possa ter uma cópia no momento em que precisar. Se você solicitar uma cópia juntamente com a primeira via de uma tradução, pagará apenas 20% do valor da tradução. Para cópias solicitadas posteriormente, este valor será de 50% para cada uma.

Apostille

A partir de agosto de 2016, para que documentos emitidos no Brasil tenham validade no exterior, além da tradução juramentada o cliente vai precisar ir a um cartório da capital e apostilar tanto o documento original quanto a tradução juramentada. Para fazer o apostilamento, o cartório vai pedir ao cliente para reconhecer a assinatura que constar no original. Então, por exemplo, se você quiser traduzir a sua certidão de nascimento, primeiramente você deve ir a um cartório (da capital ou não) e reconhecer a firma da pessoa que assinou a certidão, que pode ser o tabelião, seu substituto ou o escrevente autorizado. Feito o reconhecimento de firma, o documento deverá, então, ser traduzido por um tradutor juramentado. Feita a tradução, o cliente deverá ir a um cartório da capital e providenciar o APOSTILLE tanto para o original quanto para a tradução. Em Vitória, onde atuo, os cartórios Sarlo (tel. 2124-9500) e Camburi (tel. 3024-9600), entre outros, fazem o APOSTILLE. Para valores e prazo, queira entrar em contato diretamente com o cartório de sua preferência.

Links Úteis

Caldeira Paizante Advogados

        Dra. Suellen F. P. Caldeira (OAB/MG 131.427)

        web site: caldeirapaizante.com.br

        email: contato@caldeirapaizante.com.br

        Serviços prestados: transcrição de casamento, divórcio e homologação de divórcio.

        telefones: Brasil - (33) 3241844 / Estados Unidos - 973 856 7347